Artes Plásticas

Clique no profissional ao lado para ver mais detalhes

Sami AKL

Sami Akl é o filho mais velho entre quatro irmãos. Nasceu no Brasil, cidade de São Paulo. Cresceu no bairro do Brás, tradicional reduto de imigrantes. Brincou muito na loja do pai, onde os suportes de madeira dos tecidos transformava em armação de pipa, que depois fazia subir ao céu. Todas voaram e voam até hoje. A habilidade com projetos e a fluência em aerodinâmica, naquela época, eram sinais sutis da vocação de arquiteto que, mais tarde, iria tomar força e virar a sua primeira profissão.

Enquanto a arquitetura crescia com Sami, os desenhos também exigiam espaço no seu coração. Começou com rabiscos sobre bobinas de papel, aos cinco anos. Seus primeiros modelos foram os amigos do pai e as cenas do seu cotidiano, conversas em árabe que ele ainda não entendia, seu mundo de criança. A cada traço, Sami semeou outro talento, que também germinou.

Depois, vieram as pinturas em óleo sobre tela e as pesquisas de técnicas (aquarela, acrílico, até maquiagem) e temas (viagens, memórias, pessoas). As esculturas e o design de móveis, como a bela cadeira de meditação com palha cearense, herança da temporada em Fortaleza.

Com a experiência adquirida, desenvolveu uma técnica mista, sofisticada e única, que une colagem, pintura e desenho em suas obras. Podendo assim passar para suas telas uma nova interpretação pictórica dos rostos e cenas que o atraem.

Seus trabalhos correm o mundo, como em vôo livre por exposições, lojas e nas mãos de marchands e colecionadores. Traço que garimpa novos fãs, no tempo-espaço pelos quatro cantos do mundo. Em 2006 Foi selecionado para Bienal de Santos, em 2007 recebeu o Prêmio  Aquisição da Temporada de Exposições no Centro Cultural São Paulo, também participou da Documenta 12 Magazine em Kassel na Alemanha e várias exibições pelo mundo sendo a mais recente em Berlim na Stroke Art.

‘’Quando coloco o papel no chassi, dou uma pele nova a esse corpo, em algumas partes ainda se vê a textura da tela por baixo do papel. As rugas provenientes da colagem representam o tempo e a fragilidade humana, a impressão da imagem no papel é o signo que representa qualquer rosto que por trás se encontra um único ser, uma única alma.’’

 

 

Vídeo

Geraldo Borges

Geraldo Borges é um quadrinista natural de Fortaleza e atualmente mora em Natal, onde atua como professor da turma de design gráfico da Universidade Potiguar (UnP) e tem o Quadrinhos Estúdios, que fornece aulas de desenho e curso para quadrinhos. A escola fica dentro da Livraria Nobel, da Avenida Salgado Filho.

Além disso, ele também é membro do Chiaroscuro Studios e atua na DC Comics, onde realizou trabalhos na Liga da Justiça, Superman, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde e Aquaman.

Vídeo


2016 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por BluePixel